ESPETÁCULOS

artescenicas.png
HolocaustoBrasileiro-4 (1).jpg

PRONTUÁRIO DA RAZÃO DEGENERADA

Através de uma estrutura documental, um grupo de artistas-documentaristas decide entender os fatores que levaram uma população de mais de 70% de pessoas negras e não-brancas a ser internada no Hospital Colônia de Barbacena (MG) e em outros espaços psiquiátricos. Idealizado por Gabriela Rocha, o espetáculo foi indicado a cinco categorias do Prêmio Braskem: “Espetáculo Adulto”, "Direção", “Melhor Atriz”, “Revelação” e “Texto”,  tendo sido contemplado nas duas últimas.

Direção: Diego Araúja
Ações: Montagem e Temporada de espetáculo; Debate aberto ao público (2019)
Serviço Prestado: Idealização, Captação, Produção e Gestão Financeira
Financiamento: Secretaria de Cultura do Estado da Bahia

 

FEITO À MÃO

Projeto que relaciona dança, acessibilidade e criança. Trata-se de um processo de pesquisa, formação, compartilhamento, criação e difusão voltado para o público infantil e com o tema da dança feita à mão. A proposta se diferencia ao implicar a participação  das crianças em todas as etapas de seu processo, desde as ações de formação até a criação artística. 

Parceiro: Coletivo Carrinho de Mão (BA)
Ações: Realização de oficinas voltadas para o público infantil; Live sobre o processo criativo; Publicação de Livro; Gravação de 08 pílulas audiovisuais e de um vídeo performance (2020-2021)
Serviço Prestado: Captação, Produção e Gestão Financeira
Financiamento: Fundação Gregório de Mattos

Feito à Mão_2.JPG
QUASEILHAS_3.jpg

QUASEILHAS

Primeira obra cênica autoral brasileira integralmente falada em Yorùba, QUASEILHAS, de Diego Pinheiro, é uma experiência que se motiva na invenção de presenças performativas nos vazios da memória afro-diaspórica. Através do oríkì, o autor troca a amnésia pela invenção da memória de sua família materna: descendentes de negras(os) ijesa, da cidade nigeriana de Iléṣà. A obra teve a sua primeira temporada realizada em Salvador em abril de 2018, e posteriormente participou, em agosto do mesmo ano, no IC-Encontro de Artes; e em setembro, no Festival Internacional de Teatro de Belo Horizonte (FIT BH). Em abril de 2019, promoveu uma segunda temporada no Mercado Iaô (Salvador – BA). Em 2020, foi uma das obras que representou o Brasil no Festival de Teatro Iberoamericano ¡Adelante! em Heidelberg (Alemanha). QUASEILHAS foi indicado ao PRÊMIO BRASKEM DE TEATRO 2018 nas categorias Direção e Especial (Direção Musical). 

Autoria e Direção: Diego Araúja (BA)
Parceira: Àràká - Plataforma de Criação em Arte
Ações: 1ª Temporada (2018); 2ª Temporada associada a oficinas e ações de formação de plateia (2019); Apresentações no Festival IC (2019); Apresentações no Festival Internacional de Teatro de Belo Horizonte (2019); Apresentações no Festival Festival de Teatro Iberoamericano ¡Adelante!, em Heidelberg/Alemanha (2020)
Serviço Prestado: Captação, Produção e Gestão Financeira
Financiamento: Secretaria de Cultura do Estado da Bahia e Fundação Gregório de Mattos

BISPO

Bispo a Sêco é um espetáculo solo, protagonizado por João Miguel, inspirado na vida e obra do artista plástico brasileiro Arthur Bispo do Rosário, que viveu cerca de 40 anos em um hospital psiquiátrico no Rio de Janeiro. Em cena, acompanhado pelos músicos Ângelo Santiago e Sidney Argolo, João Miguel mistura as palavras de Bispo com as vertentes mais modernas do teatro contemporâneo, propondo uma união de várias linguagens para dialogar com a obra criada por Bispo.

Parceiro:  João Miguel (BA)
Ações: Apresentações do Espetáculo na Caixa Cultural de Curitiba (2019)
Serviço Prestado: Captação, Produção e Gestão Financeira
Financiamento: Caixa Cultural e Governo Federal

Bispo_Capa.jpg
1.CB_Capa.jpg

DRAMATURGIA EM DEBATE
CAMPO DE BATALHA

O projeto promoveu a turnê Nordeste da obra cênica “O Campo de Batalha”. No palco, em uma suposta Terceira Guerra Mundial causada pela disputa das águas do planeta, dois soldados de corporações inimigas são surpreendidos pelo anúncio da suspensão temporária da guerra. Durante a pausa bélica, os dois inimigos iniciam uma surreal aproximação que põe em risco a continuidade protocolar dos combates “oficiais”. 

Texto e Autoria: Aldri Anunciação (BA)

Direção: Márcio Meirelles, com codireção de Lázaro Ramos e Fernando Philbert
Parceira: Melanina Acentuada Produções Artísticas (BA)
Ações: Apresentações nas cidades de Natal (RN), Mossoró (RN), Aracaju (SE), Itabaiana (SE); Oficinas de Dramaturgia; Bate papo com grupos locais (2019)
Serviço Prestado: Produção e Gestão Financeira
Financiamento:  BR Distribuidora através da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Rouanet)

DRAMATURGIA EM DEBATE
NAMÍBIA, NÃO!

O projeto conjuga formação de platéia criativa através de difusão de espetáculos. Antes da realização das apresentações do espetáculo “NAMÍBIA, NÃO!” o projeto promoveu três encontros sobre a escrita de espetáculos-debate, onde o aluno entrou em contato com o processo de construção de um texto teatral. Os alunos participaram ainda de debates com os atores da peça sobre a temática e estética da dramaturgia do espetáculo apresentado.

Texto e Autoria: Aldri Anunciação (BA)

Direção: Lázaro Ramos
Parceira: Melanina Acentuada Produções Artísticas (BA)
Ações: Apresentações do espetáculo “NAMÍBIA, NÃO!” no Centro Cultural Banco do Nordeste Cariri (Juazeiro do Norte/CE); Oficina de Dramaturgia; Debates (2017)
Serviço Prestado: Captação, Produção e Gestão Financeira
Financiamento:  Banco do Nordeste – BNB através da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Rouanet)

Namíbia, não - Capa.jpg