seloaldirblanc.png
mostraelas_marcanova.png

regulamento

 

REGULAMENTO OFICINAS E CONSULTORIA
 

A Mostra Elas teve a sua primeira edição realizada em 2017 na cidade de Salvador (BA) no formato de mostra audiovisual e, desde então, vem desenvolvendo ações que têm como intuito proporcionar espaços de visibilidade, valorização, difusão e discussão a respeito da produção de filmes realizados por mulheres e da atuação feminina no audiovisual.

 

A proposta Mostra Elas – Ações Formativas é um desdobramento da Mostra Elas – Filmes Dirigidos por Mulheres, dessa vez com foco na capacitação e fomento à participação da mulher no mercado do audiovisual, ampliando a sua presença em outras áreas técnicas da cadeia econômica do cinema.

 

Para isso, serão realizadas 13 oficinas online, ministradas por experientes profissionais baianas, e voltadas para mulheres, pessoas transgênero e não bináries residentes no estado da Bahia, que tenham interesse em atuar na área do audiovisual. A iniciativa conta também com uma consultoria de roteiro para 06 projetos de curtas e longas-metragens, além de 05 lives com convidadas atuantes no segmento.

 

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

 

  1. RELAÇÃO DE OFICINAS/CONSULTORIA

 

  1. 1 Oficina de Roteiro de Ficção: Oficina de escrita para cinema, dividida em dois momentos. Uma parte é teórico-metodológica, com fundamentos da dramaturgia dos filmes, trabalhando conceitos básicos para construção de uma trama e escrita de roteiro, como conceito, tema, tom, personagens, arco-dramático, diálogos. A segunda parte é prática, com exercícios de escrita e planejamento de criação de um roteiro de curta-metragem.

Amanda Aouad (Facilitadora): Doutora em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), com pesquisa nas áreas de dramaturgia, linguagem audiovisual e narrativas seriadas. É professora de audiovisual na Unifacs e na Uniceusa, além de roteirista-tutora do Projeto Usina do Drama da UFBA e consultora de roteiro independente. Roteirista do Núcleo Anima Bahia (2015-2019), fez parte também do Núcleo TV Show (2017), coordenado por Doc Comparato, e é coautora e roteirista do projeto de animação A Guardiã.

  1. 2 Oficina de Roteiro para Documentário: Oficina online que visa abordar alguns dos procedimentos de escrita e montagem de um filme documentário. Voltada para o público com pouca ou nenhuma experiência, a atividade contará com três encontros, onde serão abordados os seguintes temas: escrita audiovisual; poéticas da imagem; modos de composição narrativa; e projetos de documentário.

 

Tenille Bezerra (Facilitadora): É natural de Valença, Bahia. Cineasta e produtora executiva graduada em Comunicação, atua há cerca de 17 anos no mercado audiovisual da Bahia. Em 2020, lançou os filmes “Aleluia, o canto infinito do Tincoã” (67min) e “Ventania no coração da Bahia” (25min). Poeta, teve seu primeiro livro de poemas, “rumor”, lançado em 2017 pela editora Moinhos. 

 

  1. 3 Oficina de Direção de Filme de Ficção: Curso de direção audiovisual alicerçado no sistema da encruzilhada, observará as possibilidades estéticas da estrutura narrativa hegemônica em paralelo à estrutura narrativa desse sistema. Dialogará sobre caminhos viáveis para composição e gestão de equipes criativas e permitirá a experimentação, pelo público participante, dos processos de criação de papéis e mapeamento de personagem como instrumentos dialéticos entre direção e atuação.

 

Viviane Ferreira (Facilitadora): Sócia-diretora da Odun Filmes, CEO da RAIO (Rede Audiovisual de Inclusão Orquestrada) e da plataforma de streaming TodesPlay, professora do curso de Cinema e Audiovisual da ESPM São Paulo, presidenta da Associação de Profissionais do Audiovisual Negro (APAN) e diretora artística do “Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul – Brasil, África, Caribe e Outras Diásporas”.

 

  1. 4 Oficina de Direção de Documentário: As questões éticas no documentário. Tipos e escolas documentais. As etapas de realização de um documentário: pesquisa, filmagem, montagem, distribuição. Como formatar um projeto: argumento, roteiro, orçamento, projeto executivo.

 

Maria Carol (Facilitadora): Cineasta e sócia da Lanterninha Produções. Formada em Artes, atua como diretora, produtora, montadora e roteirista desde 2007. Seu trabalho busca encontros sensíveis do cinema com a vida, buscando temas ligados aos direitos humanos. Dirigiu curtas em animação, documentário e live action e seu primeiro longa documental, “Diários de Classe”, após passar por importantes festivais, entrou em circuito comercial de 19 capitais brasileiras, além de ser exibido no Canal Brasil.

              

  1. 5 Oficina de Assistência de Direção: A oficina tem como objetivo fornecer um conteúdo básico sobre dinâmica de trabalho, ferramentas e funções de uma assistente de direção em todas as etapas de um projeto audiovisual, seja de ficção ou documentário, curta, longa, série ou videoclipe. As aulas são baseadas na experiência prática da ministrante, com explanação, apresentação de modelos de documentos e uma proposta de atividade prática de análise técnica e/ou plano de filmagem de um roteiro de curta ou cena, trazido pela própria participante ou oferecido pela ministrante.

 

Tais Bichara (Facilitadora): Formada em Jornalismo pela UFBA, atua como produtora cultural desde 2010. É criadora e diretora da série documental “Donas do Baba” (@donasdobaba), sobre mulheres e futebol. Como assistente de direção, trabalhou em diversas produções baianas, como videoclipes, curtas e longas de ficção e documentários e séries documentais para TV.

 

  1. 6 Direção de Fotografia: O Olho e O Olhar: A oficina propõe tratar a produção de imagens, dentro do audiovisual, a partir de dois aspectos: 1. a imagem e seu processo criativo sob uma perspectiva crítica; 2. a técnica e os sets de filmagem. Tendo por objetivo facilitar o desenvolvimento criativo e técnico das alunas, as temáticas sempre serão atravessadas pela perspectiva da experiência e do olhar crítico sobre a construção dos processos através do diálogo entre facilitadora e presentes.

 

Fanny Oliveira (Facilitadora): natural de Salvador/BA, licenciada em Filosofia pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), técnica em Administração e Logística, educadora social, fotógrafa e realizadora audiovisual. Atua como idealizadora do projeto Zuruba Arte e, a partir deste, pesquisa a produção de imagens como relação social. Atuou como diretora de fotografia em filmes como “Senhora das Ruas” (2018), “Lembranças de um não eu” (2019), “Viva nossa voz” (2020), “O ovo” (2021) e nas séries “Diário de Artista Suburbano” (2019), “Empreendedoras do Pelourinho” (2019) e “Vai, planeta!” (2020).

 

  1. 7 Oficina de Captação de Som para Cinema e TV: A oficina se propõe a apresentar os fundamentos da captação de som direto para cinema e televisão. De caráter teórico e prático, abordará as diversas etapas deste assunto fundamental na produção audiovisual. O objetivo não é apenas aprimorar as competências das profissionais de áudio, como também formar novas técnicas na área, fornecendo os elementos básicos para capacitá-las na função de técnicas de som direto.

 

Ana Luiza Penna (Facilitadora): profissional, trabalhou em longas, séries para TV, curtas e documentários nos últimos 19 anos. Entre eles, estão: “Filhos do Carnaval”, HBO/O2 filmes; “Cidade dos Homes”, 02 Filmes; “Falsa Loira”, de Carlos Reichembar; “Nome Próprio”, de Murilo Salles; “Olho de Boi”, de Hermano Penna; “Diabo a Quatro”, de Alice Andrade; “Travessia”, de João Gabriel; e “Sinais de Cinza”, de Henrique Dantas.

 

  1. 8 Oficina de Direção de Arte: Através de conteúdo expositivo sobre a estrutura técnica de um filme, além de provocações sobre o que é pensar direção de arte a partir de referências disruptivas, a oficina busca provocar o participante a entender melhor seu próprio processo criativo. Isto passa por compreender as diversas referências e construções que nos compõem, abraçar as várias linguagens e estímulos sensoriais que a narrativa abarca e se apropriar de todos esses elementos para construir um projeto de arte com coesão e profundidade narrativa.

 

Andressa Mascarenhas (Facilitadora): Arquiteta e urbanista formada pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e diretora de arte pela Academia Internacional de Cinema – São Paulo. Atua como cenógrafa e diretora de arte desde 2015, colaborando no mercado audiovisual em diversos projetos como curtas e longas-metragens, séries televisivas, publicidades e peças teatrais.

 

  1. 9 Oficina de Figurino: A proposta da oficina é detalhar o processo criativo e prático no desenvolvimento de figurino para cinema e TV. Criação de narrativas da imagem, através do olhar do figurinista, como o figurino ajuda a construir os personagens e como se dá o diálogo com a direção de arte e os outros setores envolvidos numa obra audiovisual.

 

Diana Moreira (Facilitadora): No mercado desde 2002, realiza projetos nas áreas de cinema, teatro e dança. Longas: “A Luneta do Tempo”, “Guerra de Algodão” e “A Última Estação”. Experiência internacional: série “Vikings”, temporadas II, III e V, e longa-metragem “The man who invented Christmas”.

 

  1. 10 Oficina de Montagem – Costura do Audiovisual: A atividade propõe uma experiência de diálogos e exercícios práticos sobre montagem audiovisual como um gesto consciente de costura sinestésica.

 

Nin La Croix (Facilitadora): Pessoa não binárie que trabalha construindo expressões audiovisuais desde a conceituação, captação até a costura final em vídeos autorais, registros/memoriais e instalações que dialogam e se constroem a partir de agenciamentos com ações performáticas, música, teatro, dança e processos de transmissão de conhecimento. Assumidamente, um registro-manifesto, um olhar afetado e ativo para afetar.

 

  1. 11 Produção de Vídeo para Dispositivos Móveis: A oficina tem o objetivo de viabilizar a produção de materiais audiovisuais de qualidade com soluções caseiras, através do dispositivo móvel.

 

Fabíola Silva (Facilitadora): Natural de Salvador, atua como diretora de fotografia e 1ª assistente de câmera. É realizadora da CineQuebradas. Seus principais trabalhos são “Culturama” (2017), reality show (1ª assistente de câmera), “Solidão da Mulher Preta” (2018), videoclipe (direção e direção de fotografia), “Sonhadores” (2018), série (2ª assistente de câmera), “Frequência Positiva” (2018), série (1ª assistente de câmera), “Amora” (2019), videoclipe (direção e direção de fotografia) e “Programa Transmissão” (2020), programa de TV do Canal Brasil (operadora de câmera e assistente de fotografia).

 

  1.  12 Oficina de Direção de Produção: A oficina tem como objetivo examinar o perfil de uma diretora de produção, levando em consideração: organograma da equipe e a relação dessa profissional com cada área do audiovisual; formas de organização de um cronograma de trabalho; como realizar uma análise técnica do roteiro; modelos de orçamento e gestão administrativa; planejamento; e o trabalho em cada fase do projeto (pré-produção, filmagem e pós-produção).

 

Daiane Rosário (Facilitadora): Idealizadora e diretora geral da Mostra Itinerante de Cinemas Negros – Mahomed Bamba (MIMB), onde pauta a ampliação de janelas que discutam novas narrativas de raça e gênero nas produções cinematográficas. Produtora e montadora no mercado cultural, é graduada em Artes com ênfase em Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), com mais de nove anos de atuação na área. Nas obras de que participou, constam programas de TV, séries e filmes, webséries e videoclipes. É curadora de mostras, festivais e projetos culturais.

 

  1. 13 Oficina de Produção Executiva: A atividade tem como objetivo abordar o papel da produtora executiva em diferentes estâncias, explorando pontos como incentivo fiscal, administração financeira e prestação de contas; check-list prático; relação com a equipe; deveres e limitações; além da reflexão sobre novas práticas da produção do cinema no Brasil.

 

Isolda Libório (Facilitadora): Produtora e diretora de cinema, yoguini, graduada em Comunicação Social com especialização em Cinema e Vídeo, pós-graduanda em Planejamento Financeiro e Finanças Comportamentais. Facilita processos de planejamento financeiro pessoal e de cinema. Atuou na produção executiva das séries “Babel/SP” (HBO), de André Amparo – Filmegraph, e “Da Manga Rosa”, de Cecília Amado – Tenda dos Milagres, além dos documentários “Onde Dormem os Sonhos” e “UBP – Universo Percussivo Baiano”, ambos de Cecília Amado – Tenda dos Milagres. Esteve com outras produções de diretores como Geraldo Sarno, Paulo Caldas e Marcos Bernstein, dentre outros.

 

  1. 14 Consultorias de roteiro: A consultoria envolve a leitura e análise do tratamento atual do argumento/roteiro; discussão por Skype com a roteirista sobre universo, trama, personagens, locações, conflitos, cenas e diálogos; sugestões de referências e pesquisa, quando couber; compartilhamento de técnicas de adaptação e escrita, quando couber.

 

Francine Barbosa (Facilitadora): Roteirista, trabalhou para diversas produtoras no desenvolvimento de séries sobre temas variados – crime, medicina, histórico, jovem –, destacando-se “A Revolta dos Malês” para SescTv; “Irmandade”, para a Netflix; e “As Five”, para o Globoplay. Em cinema, costuma trabalhar em parceria com diretorxs no desenvolvimento de suas obras autorais, como em “Castela”, de Dea Ferraz; “Shine Your Eyes/Cidade Pássaro”, de Matias Mariani; e “Azul Violeta”, de Maurilio Martins. Foi integrante de comitês de seleção do Brlab, Ministério da Cultura, Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo e Fundo Avon do Audiovisual, entre outros.

 

  2. PERÍODO DE REALIZAÇÃO

 

2.1 As oficinas, consultoria e lives que compõem a programação do projeto Mostra Elas – Ações Formativas serão realizadas no período entre 22 de fevereiro (segunda-feira) e 31 de março de 2021 (quarta-feira);

 

2.2 Cada atividade possui carga horária, datas e horários específicos que podem ser consultados em suas respectivas ementas;

 

2.3 Todas as ações serão realizadas ao vivo, em ambiente virtual.

 

  3. INSCRIÇÕES

 

3.1 As inscrições para as atividades são gratuitas e serão efetuadas através de formulários individualizados por ação, disponíveis no site www.giroplanejamentocultural.com.br/mostraelas;

 

3.2 As oficinas e consultoria são voltadas para mulheres, pessoas transgênero e não bináries, residentes na Bahia, que tenham interesse em atuar na área de audiovisual;

 

3.3 Serão reservadas, no mínimo, 30% das vagas das oficinas para:

  • Cotas raciais: mulheres cis, pessoas trans e não bináries negras e indígenas;

  • Cotas PcD (Pessoas com Deficiência): mulheres cis, pessoas trans e não bináries com deficiência;

  • Cotas de Gênero: pessoas trans e não bináries.

 

3.4 Cada atividade possui uma delimitação de faixa etária e pré-requisitos específicos, de acordo com o seu público-alvo;

 

3.5 O período de inscrição de cada ação será divulgado através do site www.giroplanejamentocultural.com.br/mostraelas, assim como os pré-requisitos necessários e público-alvo.

 

  4. SELEÇÃO

 

4.1 A seleção das participantes será realizada pelas facilitadoras de cada atividade, obedecendo os critérios expostos nas respectivas ementas;

 

4.2 As selecionadas receberão um e-mail de confirmação e a lista de participantes de cada ação será publicada no site www.giroplanejamentocultural.com.br/mostraelas.

 

 

  5. DIREITOS DE IMAGEM

 

As participantes permitem que sejam utilizadas suas imagens e vozes para fins de divulgação e promoção do evento e seus parceiros. Essa divulgação não tem caráter comercial.

 

  6. REGULAMENTO E CERTIFICAÇÃO OFICINAS

6.1 Para o recebimento do certificado de participação, é necessário que as participantes tenham obtido uma frequência de pelo menos 75% em relação à carga horária total da oficina.

 

6.2 O envio da ficha de inscrição para as atividades do projeto Mostra Elas – Ações Formativas implica na aceitação completa deste regulamento.

 

  7. CONTATO PARA DÚVIDAS E ESCLARECIMENTOS

 

Em caso de dúvida ou necessidade de esclarecimentos, entrar em contato com a produtora realizadora do projeto, através do e-mail contato@giroplanejamento.com.

 

Saudações!

Equipe Giro Planejamento Cultural

giro.png

REALIZAÇÃO

APOIO FINANCEIRO

marcasrodape.png